CNPJ para loja virtual: Os primeiros passos para montar sua loja virtual!

Atualmente as lojas virtuais tem sido um ótimo negócio a se investir!

As lojas virtuais facilitam tanto a vida dos clientes como as dos empreendedores.

Sabendo disso muitas pessoas desejam criar uma loja virtual também, mas não sabem como começar.

Os questionamentos que surgem são: Por onde começar? CNPJ para loja virtual? Eu preciso ter? O que é um CNPJ para loja virtual e para que ele serve? Como fazer um CNPJ para loja virtual?

Se você é novo nessa área e essas dúvidas são frequentes fique tranquilo aqui você vai encontrar tudo que precisa saber para ter o seu CNPJ para loja virtual.

O que é CNPJ e para que ele serve ?

O CNPJ é a sigla de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, nada mais é que o registro da pessoa jurídica (PJ).

O CNPJ identifica a empresa através de 14 dígitos, e a partir daí a empresa passa a ser legalizada.

É preciso ter CNPJ para abrir uma loja virtual?

Não necessariamente caso o empreendedor queira atuar como pessoa física e não quiser fazer CNPJ para loja virtual ele pode, porém, eles terão mais trabalho que aqueles que escolhem em ter CNPJ para loja virtual.

Para garantir a segurança tanto do vendedor como cliente no dia 15 de março de 2013 o decreto número 7.962 criado, regulamentando o código de defesa do consumidor.

Mas para que isso aconteça um dos tópicos é a obrigatoriedade do CNPJ para as lojas virtuais também, ou seja, assim como as lojas físicas precisam do CNPJ é bom que as lojas virtuais também tenham CNPJ para segurança do cliente e do vendedor.

Como fazer o CNPJ de uma loja online?

Da mesma maneira que um empreendedor de loja física consegue fazer o seu CNPJ (Certificado Nacional da Pessoa Jurídica), o empreendedor da loja online também consegue emitir o CNPJ para loja virtual.

Ao tomar a iniciativa de solicitar seu CNPJ é necessário que você tenha documentos gerais em mãos (RG, CPF, comprovante de residência, título de eleitor) e é necessário preencher a ficha cadastral da pessoa jurídica (FCJP).

Qual o tipo de CNPJ para loja virtual pode escolher? Tem que ser o MEI?

O tipo de CNPJ vai depender muito do “tamanho” da sua loja se você terá sócio ou não, entre outros fatores que interferem na hora de decidir o CNPJ para loja virtual.

Para que não fique nenhuma dúvida deixarei um breve resumo de alguns tipos de CNPJ que você pode optar na hora de abrir sua loja virtual.

Microempresa (Me)

Para abrir um CNPJ do tipo m o faturamento da empresa deve chegar até 360 mil por ano e na empresa pode ter no máximo até 19 contratados.

Empresa individual de responsabilidade limitada (Eireli)

Na Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, o empreendedor pode optar por trabalhar sozinho sem sócio e as suas responsabilidades são limitadas, ou seja, os bens pessoais do sócio empreendedor não são misturados com a empresa.

Porém para quê você possa abrir uma Eireli é necessário ter no mínimo 100 salários mínimos na hora de abrir a empresa.

Microempreendedor Individual (MEI)

O MEI é um dos CNPJ mais conhecido e muitos empreendedores optam por abrir uma MEI.

Como o nome já disse o empreendedor atua de forma individual, ou seja, não têm sócios e a sua empresa pode faturar até R$ 81.000,00 de receita bruta por ano.

Sociedade Limitada Unipessoal (SLU)

Para abrir uma sociedade limitada unipessoal não é preciso ter um capital inicial para abrir empresa os patrimônios pessoais também são separados dos patrimônios da empresa.

Sociedade de Responsabilidade Limitada (LTDA)

Se você pretende abrir uma empresa com mais de um sócio, a Sociedade de Responsabilidade é uma boa opção.

Nessa sociedade os lucros e tarefas são divididos entre os sócios envolvidos conforme cada um deles contribuiu.

Talvez vendo todas essas opções pode parecer uma decisão difícil, mas para que essa tarefa se torne mais fácil é válido contratar um contador para te ajuda a decidir.

Qual a importância e as vantagens de ter um o CNPJ para loja virtual.?

  • Regularização.

O mais importante de ter o CNPJ para sua loja virtual é que ela será regularizada!

Além do mais, ter CNPJ para loja virtual é vantajoso, pois uma Pessoa Jurídica (PJ) paga menos tributos do que uma Pessoa Física (PF) que escolhe ter sua loja virtual sem CNPJ .

  • Emitir Notas Fiscais
  • Com o CNPJ você consegue emitir nota fiscal e muitos clientes prezam pela nota fiscal especialmente no caso de produtos eletrônicos esse simples gesto passa segurança para o cliente.

    • Credibilidade ao cliente

    Quando o cliente percebe que sua loja está legalizada e tem um número de CNPJ ele tem mais credibilidade no seu trabalho e fica mais confiante para fazer negócio com a sua empresa.

    • Fornecedores

    Vale esclarecer que muitos dos fornecedores também só trabalham com lojas que tenham CNPJ.

    As vantagens de ter um CNPJ para loja virtual é: a credibilidade com clientes e fornecedores, crédito especial para empresa a formalização dos funcionários redução de impostos e a Cobertura Previdenciária.

    CNAE para e-commerce

    CNAE é a sigla para Classificação Nacional de Atividades Econômicas.

    Codifica e descreve o que uma empresa ( se ela é privada ou pública) , cada código do CNAE representa o nicho de cada negócio, nos casos das lojas virtuais o CNAE é chamado de CNAE para e-commerce.

    Quais os custos para montar uma loja virtual?

    Em geral o custo que você terá estão envolvidos nos:

    • Registro da empresa e documentação;
    • Produtos;
    • Na logística;
    • Marketing;
    • Plataforma.

    Esses são os principais tópicos que deve ser pensado quando se trata dos custos iniciais para montar seu E-commerce.

    Com montar uma loja virtual?

    Agora que você já sabe como criar o CNPJ para loja virtual, podemos partir para a segunda etapa: como montar um e-commerce?

     Os primeiros passos para montar uma loja online são esses que foram citados acima: a regularização da sua loja (o CNPJ para loja virtual) e o investimento inicial essas são a base para o seu negócio.

    Depois de ter dado o primeiro passo é hora de decidir a plataforma que você utilizará para estruturar sua loja virtual.

    Existem três tipos de plataforma que você pode escolher: A plataforma gratuita, a plataforma própria e a plataforma paga.

    A partir daí você poderá então cadastrar e incluir os produtos, programar as entregas e o meio de pagamento, gerencial os preços e controlar o estoque.

    Logística e fornecedores.

     Um tópico que deve ser bem elaborado é a parte das entregas (a logística do seu e-commerce), pois suas entregas devem ser de qualidade.

    Fornecedores

    Procure contratar fornecedores que sejam próximo da sua região, para que o frete não fique muito alto para o cliente na hora da compra.

    Tenha sempre mais de um fornecedor para comparar os preços e caso ocorra algum imprevisto você não deixa o seu cliente sem a mercadoria.

    Logística

    Existem três meios de logística para loja virtual.

    • O primeiro meio é a logística própria.

     Nesse caso a responsabilidade de entrega depende somente e exclusivamente do vendedor.

    • A segunda opção é a logística parcialmente terceirizada.

    Onde o vendedor não se responsabiliza por todo o processo de entrega, ele contrata serviços de outras empresas de logísticas privadas para que a entrega seja 100% concluído.

    • A terceira opção é a logística totalmente terceirizada.

    Quando uma empresa de logística contratada para curar desde o estoque até a entrega do produto.

    Público- alvo

    Defina o produto e seu público-alvo, depois de definir invista na divulgação (marketing) da sua loja, esse é um ponto crucial para sua loja expandir.

    Conheça a lei do E-commerce!

    A lei do E-commerce foi criada em 2013 (como já foi comentado no começo do texto), já sabemos que ela foi criada para segurança tanto do cliente como vendedor.

    Mas ela também exige que alguns dados  fique visível na sua plataforma, como por exemplo: o número do seu CNPJ, algum meio de contato seja telefone ou e-mail(caso o cliente precise entrar em conato), o endereço físico e a razão social.

    É importante que antes de abrir sua loja você conheça mais sobre a lei do E-commerce!

     Contrate um contador!                

    O contador é o profissional que irá auxiliar em todo o processo da sua empresa desde a hora de abrir até o funcionamento do dia a dia.

    Ele cuidará das partes burocráticas e financeiras do seu negócio, então  ter um profissional da contabilidade é essencial para um bom funcionamento do seu e-commerce.

    Conclusão.

    Chegamos ao fim desse artigo sabendo tudo para montar uma loja virtual e o mais importante: como abrir o CNPJ para loja virtual .

    Agora você só precisa por todas essas dicas em pratica!

    Mas caso algo ainda não tenha ficado claro para e você e tenha alguma outra duvida, pode nos procurar no nosso site, que te daremos toda a atenção que for preciso.

    Também temos ótimos contadores que poderão te ajudar nessa decisão e indicaremos o mais próximo de você!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    © 2021 | Todos os Direitos Reservados desenvolvido por 4 Mãos